Dr. Jô Furlan

Empreendedorismo Sênior

O Empreendedorismo Sênior no Brasil foi lançado em primeiro de outubro de 2017 pelo Dr. Jô Furlan durante as comemorações do dia do idoso da UNICAMP.

Ligadas a Universidade da Longevidade da mesma instituição, e a partir de 2018 foi criada o primeiro curso de Empreendedorismo Sénior, dentro da Universidade da Longevidade da UNICAMP. Em 2019 Dr. Jô e o Prof. Paulo Souza (co fundador) criaram a primeiro congresso latino americano de Empreendedorismo Sénior – já indo para sua 3º edição. Foi também criada a ABES – Associação Brasileira de Empreendedorismo Sénior, instituição a qual Dr. Jô é membro fundador e Presidente.

Como começou essa história?

No ano de 2016 Dr. Jô, já pesquisava profundamente esses assuntos ligados a prevenção de demências e bem estar do cérebro. Durante uma entrevista ele observou um comentário muito interessante que em 2016, mais de cinquenta por cento das empresas abertas no estado de São Paulo eram com mais de cinquenta anos. Assim concretiza-se uma percepção muito interessante.

Observava que boa parte dos empreendedores decidiram iniciar um negócio, seja ajudando um filho/parente, porque não tinham conseguido se recolocar no mercado ou mesmo porque buscavam uma nova fonte de renda. Então, o empreendedorismo sênior é uma forma de empreender, o que significa: realizar um objetivo estabelecido. É empreender em uma ideia.

O Empreendedorismo Sênior pode acontecer tanto no ramo social quanto no ramo empresarial. Para a grande maioria das pessoas um ganho adicional de quinhentos reais, mil reais, cinco mil reais pode fazer toda a diferença na sua renda mensal. Outra razão é manter o cérebro ocupado, manter o cérebro ativo, porque isso é fundamental na prevenção de doenças demenciais.

A atividade cerebral garante isso? Não, mas diminui muito o risco.

Com o aumento da longevidade vamos viver mais, porque não pensar em viver mais, melhor e ainda ter ganhos mentais, sociais e financeiros.